INFRACEA Curso Operações Aeroportuárias Intermediário Online Ao Vivo

Curso Online de Operações Aeroportuárias - Intermediário (Ao Vivo - Noturno)

Quando:

18 de Janeiro de 2021 à 29 de Janeiro de 2021

Turma:

segunda-feira à sexta-feira das 19:00 às 22:00

Onde:

Curso Online - EAD (Ao Vivo)

Objetivo:

Somando a concessão dos grandes aeroportos aos investimentos da Secretaria de Aviação Civil no mercado dos Aeroportos Regionais, temos uma combinação perfeita de oportunidades de carreira para os profissionais da aviação atuarem nas mais diversas frentes de trabalho que um aeroporto possui no seu dia a dia de operações aéreas. Nosso curso de Operações Aeroportuárias oferece a oportunidade ideal de estar apto a este mercado de trabalho.

Pré-requisitos:

Ser maior de idade, ter concluído com aproveitamento o Curso Básico de Operações Aeroportuárias da INFRACEA ou possuir experiência em ambiente aeroportuário. Possuir dispositivo com conexão internet e compatibilidade ao Microsoft Teams.

Informações complementares:

Local e data de inicio sujeita a mudanças de acordo com quórum (minimo de alunos inscritos na turma). Prefira a utilização de computadores para realizar a inscrição, desta maneira poderá ler com maior atenção o contrato do curso.

Após o término do curso serão disponibilizadas as aulas gravadas!

Para pagamentos em boleto com valor à vista, por gentileza finalize o seu cadastro até a tela do pagamento por cartão de crédito, feche a janela de pagamento e entre em contato conosco por WhatsApp de segunda à sexta-feira ou por e-mail aos finais de semana e responderemos no próximo dia útil.

Carga-horária:

30 horas

R$ 1500,00

R$ 750,00

(crédito 12X s/juros ou débito à vista)

  • Módulo 1 Classificação Aeródromos RBAC 153 e 154
  • Módulo 2 Pista de Pouso e Decolagem - Configurações
  • Módulo 3 Pista de Pouso e Decolagem - Distâncias Declaradas
  • Módulo 4 Pista de Pouso e Decolagem - Sinalização
  • Módulo 5 Pista de Pouso e Decolagem - Auxílios
  • Módulo 6 Taxiway - Configurações
  • Módulo 7 Taxiway - Ponto de Espera e V.O.R Check
  • Módulo 8 Taxiway - Sinalização
  • Módulo 9 Pátio de Estacionamento de Aeronaves - Configuração
  • Módulo 10 Pátio de Estacionamento de Aeronaves - Sinalização
  • Módulo 11 Estudo de Caso - Projetos de PPD, TWY e Pátios
  • Módulo 12 Estudo de Caso - Obras INFRACEA
  • Módulo 13 Certificação Operacional - CERTOP
  • Módulo 14 Plano Diretor Aeroportuário - PDIR
  • Módulo 15 Trabalho - Estudo de Caso Aeroportuário
  • Módulo 16 SGSO - Aplicação Real de Normas e Procedimentos Aeroportuários
  • Módulo 17 AVSEC - Aplicação Real de Normas e Procedimentos Aeroportuários
  • Módulo 18 Gestão de Indicadores Operacionais
  • Módulo 19 Rotinas Operacionais
  • Módulo 20 Avaliação
David Paraguassi, instrutor do curso de Introdução à Tarifação Aeroportuária (EAD ao vivo) - INFRACEA

Responsável pela qualidade de processos e indicadores operacionais da INFRACEA, é nosso especialista na gestão de tarifas aeroportuárias e elaboração de manuais e planos. David possui em sua bagagem de experiência mais de 08 anos na gesto, operação e coordenação aeroportuária. Iniciou sua carreira em 2013 como estagiário na Agência Nacional de Aviação Civil. Posteriormente foi coordenador de cursos de comissário de voo, agente aeroportuário e piloto privado pelo Instituto Técnico de Aviação Civil de Brasília. Logo após, assumiu o cargo de Técnico em Planejamento Operacional no Aeroporto Internacional de Brasília e sua última experiência antes de ingressar na INFRACEA, foi a de coordenar e conduzir o processo implementação da gestão de Malha Aérea da multinacional FRAPORT nos aeroportos de Fortaleza e Porto Alegre, onde ao estruturar todo o processo de gestão de slots, capacitou e coordenou uma equipe de mais de 30 funcionários que atuam nos Centros de Controle Operacional destes aeroportos. Pela INFRACEA, iniciou como Analista de Operações e atualmente como Especialista nesta área, é o responsável pelos processos de controle de qualidade e padronização de manuais e planos produzidos, bem como por gestão de indicadores. David ainda é membro ativo da equipe de consultoria especializada da INFRACEA que presta serviço a diversos aeroportos no Brasil, incluindo a parte de instrução e capacitação de equipes, o qual é instrutor de cursos como o de Operações Aeroportuárias e Tarifação, por exemplo.

Thiago Neiva, Analista de Operações, INFRACEA

É o responsável pela segurança AVSEC, controle de fauna e resposta a emergência aeronáutica nos Aeroportos da INFRACEA, é nosso especialista na gestão de segurança. Possui em sua bagagem de experiência mais de 13 anos na gestão, operação e coordenação Aeroportuária. Iniciou sua carreira em 2006 na INFRAERO, atuando como Fiscal de Pátio, Encarregado, Coordenador de Terminal de Passageiros e Supervisor do Aeroporto Internacional de Brasília, após a Concessão do Terminal Brasiliense, foi convidado pela INFRAMERICA para coordenar a equipe de meio ambiente e fauna do aeroporto, foi responsável por gerenciar todos os processos operacionais do aeroporto, após isso, retornou a Supervisão, sendo responsável por manter o aeroporto funcionando 24h, gerindo demandas com companhias aéreas e órgãos públicos. Pela INFRACEA, iniciou como Analista de Operações e atualmente como Coordenador de AVSEC, Fauna e REA, é o responsável pelos processos relacionados à segurança e meio ambiente dos aeroportos e equipes a ele subordinadas, também é o responsável por abrir novas bases INFRACEA por todo o país, aplicando inclusive, cursos voltados para Operações Aeroportuárias.

Vinicius Guimarães - Instrutor SGSO

Responsável pelo Sistema de Gerenciamento da Segurança Operacional - SGSO INFRACEA, Vinicius possui em sua bagagem de experincia 09 anos trabalhando ativamente no mercado de aviação do Brasil. Iniciou sua carreira na LATAM como despachante de voo, posteriormente foi convidado a fazer parte da coordenação de SGSO do Aeroporto Internacional de Brasília, atuando como assistente e posteriormente promovido a analista SGSO. Após o Aeroporto Internacional de Brasília, Vinicius integrou o SGSO da Avianca, sendo responsável pela segurança operacional de toda a frota de aeronaves desta companhia aérea. Ao sair da Avianca, seguiu na sua carreira de piloto, sendo instrutor de voo na Sierra Bravo Aviation em São Paulo e atualmente é copiloto da Gol Linhas Aéreas e Coordenador de Segurança Operacional da INFRACEA.

Mariana Azevedo

Engenheira, Analista de Operações e especialista em tarifações aeroportuárias. Prestou consultoria para grandes aeroportos por todo país.

Com o link exclusivo de acesso enviado aos alunos matriculados, você poderá acessar a sala de aula virtual através do seu dispositivo, usando navegador ou aplicativo do Microsoft Teams. Recomenda-se a instalação do aplicativo para maiores recursos.

Este curso não requer homologação da ANAC.

Sim, o aluno que concluir o curso com aproveitamento, receberá certificado digital, a ser enviado para o e-mail cadastrado.

A média é fixada em 70%.

Caso o aluno não consiga atingir a média, poderá ser programado uma segunda chamada para a prova, bem como atividades e trabalhos extras para auxiliar a composição da nota final.

Não há vínculo empregatício com a INFRACEA ou qualquer outra empresa. O foco do curso é capacitar os alunos para uma área que carece de profissionais a todo o instante. O curso é um grande diferencial para quem busca concorrer a vagas que venham a ser disponibilizadas nos nossos aeroportos e demais empresas no mercado da aviação.

Este curso dispõe de um vasto conteúdo técnico que poderá ser utilizado por cargos estratégicos que envolvem do planejamento operacional (elaboração de manuais, planos, rotinas estatísticas etc.) até conhecimentos de engenharia aeroportuária (projetos de sinalização de aeroportos, estudos de casos reais de obras executadas pela INFRACEA etc.)

As aulas serão ministradas ao vivo, pela internet, em plataforma interativa. Para isso os alunos deverão possuir computador, tablet, ou até mesmo celular com acesso à internet.

A prova será disponibilizada em ambiente online onde o aluno deverá realizá-la diretamente no seu computador, na sala de aula virtual.

Caso necessite faltar, deve ser informado de forma antecipada ao instrutor, que poderá enviar o conteúdo da aula perdida de forma que o aluno não se prejudique na prova.

Caso a internet, tanto do aluno, quanto do instrutor venha a falhar, tratativas cabíveis serão tomadas entre as partes envolvidas, de forma a não haver nenhum prejuízo para ambos os lados.